Governo faz ajustes finais na MP do turismo

Por Erich Decat - em 1003

Um dos impasses para se fechar o texto é a dificuldade de encontrar uma fonte de financiamento para a Abratur, substituta da atual Embratur.

BRASÍLIA – Integrantes da cúpula do governo realizam acertos finais para lançar no próximo dia 11 medida provisória prevista para reforçar o setor do Turismo. Em negociação desde o início do ano, um dos principais impasses para se fechar o texto tem sido a dificuldade de encontrar uma fonte de financiamento para a nova Agência Brasileira de Promoção do Turismo (Abratur), substituta da atual Embratur.

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, disse ao Estado que uma das alternativas colocadas em discussão é usar parte dos recursos arrecadados com a Loteria Federal, administrada pela Caixa Econômica Federal.

“Tem uma proposição de os recursos virem das lotéricas. O ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira, ficou de encontrar um caminho para garantir os recursos necessários para a criação da nova agência”, afirmou Beltrão. “O que tem sido discutido é o repasse de algo em torno de R$ 100 milhões, por ano”, disse o ministro.